Achei por Aí: querida Ansiedade

Querida ansiedade,

Você voltou! Infelizmente, não posso dizer que estou feliz em ver você. Você vem de mansinho, dá alguns sinais (que são ignorados), e quando vem… BOOM! É de uma vez. O estômago parece rodar, a mão fica gelada, a cabeça dói, e o sono vai embora. E o pior: tudo passa em alta velocidade. A cabeça fica a mil, as emoções triplicadas, a angústia então nem se fala.

Então, querida Ansiedade, esse post é para você. Eu sei que hoje você ta no controle, mas não por muito tempo. Todos os dias, eu tenho combater um pedacinho de você que existe em mim. Estou (tentando) me conhecer mais, para entender e expulsar você.

Eu sinto que tenho tantos problemas, e quando eles fogem do controle, vejo você ali no canto. Eu sei que não tenho o controle de tudo, mas você sempre tenta me dizer o contrário. Então, querida Ansiedade, quero deixar bem claro que eu NÃO tenho culpa de tudo, que eu NÃO devo pegar problemas demais para cuidar e que você NÃO manda na minha vida. Só eu tenho o controle das minhas ações. Os outros? Bom, eles que se ferrem.

O que eles falam ou pensam, não é problema meu. Inclusive, o que eles falam diz muito mais sobre eles do que sobre mim. E eu NÃO tenho o controle disso. Falando em controle, estou até aprendendo a resolver uma coisa por vez. Assim, não tenho que lidar com você me encarando, e as coisas ficam mais leves.

Então, querida Ansiedade, deixo bem claro que aos poucos, estou aprendendo a conviver com você. A cada dia e a cada problema, estou mais forte, e um pouco mais esperta.

 

Sei que você estará sempre a espreita, mas saiba que eu também estarei de olho.

1 thought on “Achei por Aí: querida Ansiedade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *