Achei por ai: se assumindo

Assumir que você tem ansiedade é libertador e assustador. Libertador porque uma vez que você entende que aquela condição faz parte de você, fica mais fácil tratar. É assustador porque você sabe que ela sempre irá voltar, as vezes com maior intensidade, as vezes mais fraca.

Ser ansioso não significa só entrar em pânico antes de alguma situação. Significa você entrar em pânico e criar cenários que nem existem – e talvez nem venham a existir. É saber que é paranóia, mas não conseguir não sentir. É ter crises de choro do nada, e no outro dia se sentir até mais leve.

Ter ansiedade não é legal, não é bonitinho. É todos os dias, ter que pensar que vai ficar tudo bem, e que não precisa criar paranóias com tudo que pode acontecer. É tentar sempre relaxar, sempre deixar o dia acontecer.

 

Eu acho que muita gente romantiza a ansiedade, e leva até como drama desnecessário. Mas cá estou eu para dizer que não: não é assim. Precisamos falar sobre, precisamos nos informar e principalmente, precisamos nos tratar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *