Achei por ai: precisamos falar sobre Depressão

Precisamos falar sobre depressão. Essa “doença do século”, que atinge várias pessoas, em diversas situações, que atinge vários níveis. Pelo que tenho visto ultimamente, ou as pessoas têm depressão e/ou ansiedade, ou virão a ter. Num mundo cada vez mais individualizado, mais arrogante e menos tolerante, é de se esperar que as pessoas desenvolvam níveis de estresse e tristeza.

Além disso, temos que levar em conta o fator familiar. Por mais que admitir seja ruim, algumas relações familiares são tóxicas, e as pessoas que deveriam nos fazer bem, acabam fazendo mal. Com isso, adoecemos. E adoecemos sem ver.

Começa com uma preguiça hoje, um deixa pra lá amanhã, e quando você percebe, está preso em um loop de não ter mais vontade e ânimo para fazer coisas que antes davam prazer. Seja sair com os amigos, namorar, jogar video game, o desânimo acaba vencendo. Daí, você passa a não se alimentar direito, pula alguns banhos, e quando vê, mal sai de casa (sim, eu disse casa, e não quarto. Pessoas depressivas nem sempre ficam só no quarto).

 

Leia também: querida Ansiedade

 

Pra mim, o mais engenhoso desta doença, é ela se misturar tão fácil com a preguiça e se esconder tão bem. Pessoas depressivas podem sim trabalhar, namorar, e sair normalmente. Mas, quando estão sozinhas, é que ela vem, forte como o vento e fria como a chuva. Ela vem de mansinho, falando que ninguém te ama, que você não é capaz, e que não é preciso sair. Fique onde está, ela diz. Para que se aventurar?

Para quem está de fora acompanhando um depressivo, é tão sofrível quanto. Ver a pessoa querida afundar cada vez mais, e não poder fazer nada é angustiante. Infelizmente, não temos o poder de curar, e só depende dela sair desse buraco, com a ajuda do terrível psicólogo.

Todos falam para procurar a ajuda desse profissional, mas o que ninguém conta é o quanto é difícil fazer terapia. Se abrir para um estranho, contar coisas que nem você entende, refletir sobre o que está acontecendo e assumir erros e responsabilidades não é para qualquer um. Além disso, tem a ilusão que quem faz terapia é doido. Ao meu ver, doido é quem não faz.

 

Leia também: You can pin me down!

 

Eu sempre defendo que todos precisam de terapia. Talvez por fazer 2 linhas diferentes, e estar sempre tentando melhorar e entender as minhas relações, fico jogando na cara das pessoas a importância da saúde mental. Mas, eu nunca disse que é fácil. Tem dias que quero desistir e não ir nunca mais. Tem dias que eu choro, que fico angustiada. Mas, tem dias que fico aguardando ansiosa a próxima sessão, porque sei que a psicóloga não vai me julgar, só me ajudar a ver o óbvio. E é por isso que todos devem fazer terapia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *